Português, Brasil

Cidades brasileiras rejeitam um debate urgente: cobrar de usuários de carros custo da infraestrutura pública e destinar recursos ao transporte coletivo.

Autores: Sérgio Avelleda

Data: 

25/02/2021